segunda-feira, 13 de agosto de 2012

♥ Terceiro Capitulo ♥

Depois do seu relaxado e demorado banho Lily desceu para almoçar, mais uma vez tinha sido Vanessa a fazer o almoço das duas. Quando Ashley não estava em casa Lily aproveitava-se disso para se esquivar das tarefas de casa, sabia que Vanessa era incapaz de dizer-lhe seja o que fosse, era demasiado bondosa para isso ...
Lily : macarronada, adoro! -disse ao lamber os lábios e sentar-se no balcão da cozinha- ainda há vinho? -perguntou ao cheirar aquela massa com óptimo aspecto, Vanessa sabia cozinhar melhor do que ninguém, tinha aprendido com a sua avo, a sua avo é italiana e tem um restaurante bastante conhecido no centro de Nova Iorque, foi com ela que Vanessa aprendeu tudo o que sabe.-
Vanessa : sim, acho que ainda temos uma garrafa. -Lily levantou-se da mesa pegou em dois copos e serviu vinho para as duas- eu não vou beber, hoje ainda tenho de passar pela agência para ver como anda a minha agenda, sem vinho para mim! -Vanessa era modelo, uma das melhores, trabalhava para a agência YOLO, era a imagem de marca da agência.-
Desde pequena que Vanessa queria ser modelo, adorava fotografar, as vezes pensava que fotografar era a sua vida, aquela agência era um sonho que Vanessa tinha, estar naquela agência era tudo o que Vanessa poderia um dia sonhar para si, isso causava um pouco de confusão em Lily.
Lily : como queiras, mais fica. -sempre que Vanessa falava da agência sentia que Lily ficava um pouco incomodada, não sabia porquê mas tinha essa sensação, era estranho.-
Ambas começaram a jantar num clima um pouco estranho, Lily não parava de falar no seu mais novo "amigo" e isso deixava Vanessa um pouco desconfortável, afinal sentia-se atraída por ele e nem o conhecia. O que Lily dizia fazia Vanessa ter vontade de conhecer aquele homem, ele devia ser realmente fantástico, Lily falava dele com um entusiasmo nunca antes visto por Vanessa, ele realmente devia ser importante para Lily.


Ryan : e essa tal de Lily é mesmo de confiança? -perguntou um pouco desconfiada depois de ouvir a historia do amigo- esse tipo de mulheres que vão para a cama no primeiro encontro nunca são boas resmas.
Zac : ela é diferente, eu tenho a certeza. -disse encantado com Lily- ela nunca fez isto antes, ela é diferente de todas as mulheres que eu já conheci, ela é transparente, não tem segredos. -pobre Zac, mal sabia no que se estava a meter-
Ryan : no inicio elas são todas diferentes meu amigo. -Ryan era um experiente na matéria, já se tinha envolvido com mil e uma mulheres, todas diferentes umas das outras. Apenas uma o tinha enjaulado- não te deixes iludir por um sorriso bonito e umas bochechinhas coradas, sê esperto e não dês par de fraco.
Zac : ela é mais do que um sorriso bonito e umas bochechas coradas, ela é muito mais, ela é culta, elegante, espirituosa, ela é tudo aquilo que eu nunca encontrei numa mulher, tudo. -disse com um sorriso tonto na cara-
Ryan : tu estas apaixonado? -perguntou preocupado, algo lhe dizia que Zac ainda ia sofrer muito nas mãos desta tal de Lily, isto é, se a voltasse a ver-
Zac : não, ainda não. -disse ao olhar o nada- ainda é cedo para sentir amor, mas eu gosto dela, e gosto muito. -disse a sorrir-
Ryan : ficas-te com o contacto dela?
Zac : não, mas sei onde ela mora e tenciono passar por la ainda esta noite.
Ryan : ela quer que tu faças isso?
Zac : não sei, mas se não tentar nunca vou saber. -disse antes de trincar a sua fatia de pizza, Zac e Ryan estavam a almoçar no melhor restaurante italiano de Nova Iorque inteira, todos naquele restaurante conheciam Zac, Zac e Ryan, principalmente a dona, uma senhora já de idade, mas bastante simpática.-
Ryan : se vais ate casa dela é melhor ires com uma desculpa.
Zac : desculpa? -perguntou sem entender-
Ryan : sim, quando ela te perguntar o que foste la fazer o que vais dizer? -perguntou como se fosse óbvio-
Zac : a verdade, que fui ate la porque a queria ver.
Ryan : achas que isso vai dar certo? -perguntou receoso-
Zac : não gosto de jogos Ryan, vou dizer sempre a verdade. -disse serio, Zac não era de jogar, principalmente quando estavam sentimentos e pessoas em jogo-
Ryan : tu é que sabes, cada macaco no seu galho. -disse fazendo Zac rir-
Zac : e tu o que andaste a fazer ontem? -perguntou para mudar de assunto-
Ryan : eu estive com a minha sereia! -disse a sorrir- aquela mulher deixa-me louco!
Zac : só mesmo uma assim para te enjaular! -disse a rir- quem diria, Ryan Rottman apaixonado, por esta eu não esperava.
Ryan : nem eu, mas o que passo fazer, esta apanhou-me de jeito! -disse a suspirar-
Zac : então e eu, quando vou conhecer a santa que fez essa proeza?
Ryan : sábado combinamos de ir sair, se quiseres podes vir connosco, ela disse que ia levar as amigas.
Zac : pode ser, convido a Lily para ir comigo. -disse a sorrir- ai tens a tua desculpa.
Ryan : tudo bem, agora vamos almoçar que frio não tem piada nenhuma.
Zac e Ryan voltaram a almoçar e no fim voltaram para a empresa, onde ficaram ate ao final da tarde a trabalhar.


Vanessa : não sei Brittany, estava a pensar tirar o sábado só para mim, acordar cedo, ir correr, visitar os meus pais, massagens, cabeleireiro, manicura e para terminar em beleza uma ida ao cinema. Estou exausta, estou a precisar de me mimar e ir a um jantar não estava nos meus planos. -disse sincera, sábado ia ser o seu dia, ia mimar-se como já não fazia á muito tempo-
Brittany : tenho pena, gostava que conhecesses o meu namorado, falo-lhe tanto de ti!
Vanessa : eu sei, eu também quero muito conhece-lo mas sábado não, estou mesmo a precisar desse dia, fala com a Ashley, ela chega sexta.
Brittany : só não fico chateada porque vais tirar esse dia só para ti, bem precisas amiga! -disse a sorrir-
Vanessa : a Lily já voltou, chegou feliz da vida, eu acho realmente que este homem a apanhou, ela esta a começar a gostar dele. -Vanessa não estava triste, bem pelo contrario, queria mesmo que Lily encontrasse o homem certo e que fosse feliz, apenas estava desapontada, mesmo sem o conhecer aquele homem já mexia com Vanessa, queria tanto conhece-lo, falar com ele ...-
Brittany : sim ela gosta dela, ate encontrar outro que a agrade mais! -disse desinteressada- não te entendo, nem a ti nem á Ashley, não percebo o porquê de vocês continuarem a dar-se com a Lily, ela não é boa pessoa amiga ela engana toda a gente e vai haver um dia que vos vai enganar a vocês, se é que já não engana!
Vanessa : eu não gosto quando falas assim da Lily Britt, eu entendo que não gostes da Lily, mas não quero que digas mal dela, ela nunca te fez mal nenhum!
Brittany : não?! acorda Vanessa, ela dormiu com todos os meus namorados no mesmo dia que eu acabei com eles, ok que eles já não estavam comigo, mas há que ter respeito, ela diz ser minha amiga e dorme com os meus ex´s no mesmo dia que acabo com eles?! -Vanessa sabia daquela historia, Lily já havia dormia com alguns dos namorados de Brittany no mesmo dia que ela acabava com eles, não sabia era que Brittany sabia disso-
Vanessa : tens razão, não te peço para gostar dela, mas tenta por favor não dizer mal dela á minha frente. -disse calma- eu gosto dela Britt, ela divide casa comigo caramba!
Brittany : eu sei, e se ainda não encostei um dedo na cara dela é por tua casa, por ti e pela Ashley que gostam dela e a consideram uma amiga, só por isso!
Vanessa : e eu agradeço-te por isso! -disse a sorrir-
Brittany : mas e então, já conheceste o homem da voz rouca que te causa arrepios?! -perguntou a rir sapeca-
Vanessa : não e nem vou conhecer, eu acho que a Lily esta a gostar verdadeiramente dele, não me vou meter entre os dois só porque acho que me sinto atraída por ele.
Brittany : achas?! -perguntou sem entender- ou te sentes ou não atraída por esse homem misterioso!
Vanessa : exacto, ele é misterioso, eu só conheço a voz dele, nem o nome dele sei mas ainda assim não o consigo tirar da cabeça, de cada vez que me lembro dele fico toda arrepiada!
Brittany : eu nunca ouvi nada igual, não parar de pensar num homem só por ouvir a voz dele parece-me um pouco surreal. -disse seria-
Vanessa : é, a mim também. -disse desanimada-
Brittany : não tens curiosidade em saber como ele é, sei la, cor dos olhos, do cabelo, altura, feitio ... sei la, não tens curiosidade em conhece-lo verdadeiramente?!
Vanessa : desde o dia em que o ouvi que não penso noutra coisa, mas como disse as coisas entre ele e a Lily vão ficar serias, é só uma questão de tempo. Parece que este apanhou-a de jeito.
Brittany : e isso só te deixa ainda com mais curiosidade de conhece-lo, não é?
Vanessa : é preciso ser-se especial para conseguir prender a Lily, disse eu tenho a certeza! -disse pensativa-
Brittany : olha, se tiveres de conhece-lo vai acontecer mais cedo ou mais tarde! -disse a sorrir- mas digo-te uma coisa, se vocês se conhecerem e se apaixonarem vão encontrar o amor da forma mais estranha do mundo! -Brittany começou a rir e Vanessa acompanhou, numa coisa Brittany tinha razão, se Vanessa e esse homem misterioso tivessem realmente que se conhecer iria acontecer mais cedo ou mais tarde, bastava esperar para ver ate onde a vida os levava, e se os seus destinos se iam cruzar-


Lily : Zac?! -perguntou sem acreditar, era mesmo ele que estava ali, lindo á porta de sua casa?!-
Zac : posso entrar? -perguntou a sorrir-
Lily : claro entra. -Lily tinha um sorriso estampado no rosto, estava a pensar em Zac, como sempre desde que o havia conhecido, e ele aparecia em sua casa, não podia ser melhor-
Zac : desculpa aparecer assim mas eu tenho um convite para te fazer.
Lily : convite? -perguntou animada- estou só de ouvidos!
Zac : um amigo meu vai fazer um jantar com alguns amigos para apresentar a namorada e eu gostava que fosses comigo, claro, se tu quiseres. -disse receoso, se apanhasse uma nega não saberia como reagir-
Lily : quando é o jantar? -Lily adorou o ideia, fosse em que dia fosse iria aceitar sem pensar duas vezes, apenas tinha de fazer charme para tornar as coisas mais interessantes, não queria demonstrar que estava interessada-
Zac : sábado. -disse seria, tinha quase a certeza que Lily não iria aceitar- se não poderes não tem problema, eu apenas não queria ir sozinho, mas se já tiveres compromisso não tem mal nenhum.
Lily : claro que vou contigo, mesmo que tivesse algum compromisso desmarcava, a tua companhia é melhor que qualquer outra. -aquele elogio deixou Zac sem graça, muito sem graça. Lily perguntava-se como é que um homem lindo como ele ficava corado com um pequeno elogio, ele era lindo, charmoso, gostoso, Lily apostava que ele já tinha ouvido piropos bem piores. Zac era encantador e a cada segundo que passava encantava mais Lily-
Zac : óptimo, prometo que não te vais arrepender. -a alegria que Zac sentia não cabia dentro de si, nem acreditava que Lily tinha aceite o seu convite, estava convencido que ela iria recusar-
Lily : eu sei que não, queres beber alguma coisa?
Zac : não não, obrigado, vim mesmo só para te fazer o convite, sábado as oito venho aqui ter, pode ser? -perguntou caminhando ate á porta-
Lily : claro, vou ficar á espera.
Zac : ate sábado então. -disse a sorrir-
Lily : ate. -Lily inclinou-se para o frente e beijou a bochecha de Zac que sorriu perante o gesto. Quando Zac saiu e Lily fechou a porta ela desatou aos pulos e caiu deitada no sofá, aquele homem estava mesmo a mexer consigo. Lily não via a hora de sábado chegar-


Depois de ter resolvidos todos os seus problemas na agência Vanessa decidiu voltar para casa, o mais certo era Lily não estar, ter ido a um dos seus encontros de uma noite.
Assim que chegou ao prédio chamou o elevador, esperou alguns segundos e logo ele abriu, saíram de la umas três pessoas, ambos homens. Quando o porta se estava a fechar Vanessa ouviu a voz, aquela voz que a fazia arrepiar-se da cabeça aos pés, saiu do elevador a correr mas já era tarde, já nenhum dos três homens estavam no prédio. A sensação que sentia por ter estado tão perto daquele homem foi arrasadora, saber que pudia ter finalmente descoberto o rosto do homem que assombrava os seus pensamentos foi ... não sabia como descrever.
Pela primeira vez ouviu aquela voz particularmente perto de si, suava ainda melhor e fazia-a arrepiar-se ainda mais.
Sr : algum problema menina? -perguntou o porteiro vendo Vanessa estacada na porta do prédio a olhar o nada-
Vanessa : sabe dizer-me se destes senhores que saíram agora algum foi ate ao meu apartamento? -Vanessa nem acreditava que estava a fazer aquela pergunta, naqueles 3 anos era a terceira ou quarta vez que falava com o porteiro, o prédio era óptimo mas as pessoas eram muito intrometidas, Vanessa não dava confianças-
Sr : penso que sim menina, o mesmo senhor que esteve aqui ontem, um homem bem parecido, aparentava ter mais ao menos a sua idade.
Vanessa : consegue descreve-lo? -Vanessa só podia estar a ficar louca, pedir ao porteiro para descrever um homem?! Aquele homem só podia ter poderes para fazer Vanessa ficar daquele estado sem mesmo conhece-lo-
Sr : como disse era um homem bem parecido, alto, cabelos alourados, olhos claros ... não sei que mais possa dizer-lhe menina.
Vanessa : não precisa dizer mais nada, muito obrigado.
Sr : espero tê-la ajudado. -Vanessa apenas sorriu antes de entrar no elevador. Cabelos alourados e olhos claros, a cada segundo que passava Vanessa tinha mais vontade de conhecer aquele homem, era insano-
Vanessa : voltei! -disse assim que abriu a porta-
Lily : AHHHHHHHHHH !!!!!!!!! -gritou assim que ouviu Vanessa- aposto o que quiseres que não fazes ideia de quem esteve aqui! -"quem sabe ate faço", pensou Vanessa para si mesma- ele esteve aqui amiga, convidou-me para ir jantar com ele sábado!! não é perfeito?!
Vanessa : ele quem Lily, tens tantos amigos que eu já lhes perdi a conta!! -aquelas palavras saíram mais rudes do que aquilo que Vanessa queria, mas caramba a sua amiga estava dizer-lhe que ia sair com o homem por quem ela se sentia atraída, era no mínimo frustrante, ainda mais quando conhecemos apenas a voz do homem em questão- desculpa, eu queria ter sido grossa.
Lily : não tem problema, como eu estava a dizer, tu não vais acreditar quando eu disser quem esteve aqui! -Lily nem tinha reparado que Vanessa havia sido grossa, estava demasiado alegra para reparar numa coisa dessas-
Vanessa : quem Lily! -perguntou tentando não dar e entender que não queria continuar com a conversa-
Lily : o amigo com quem fui sair ontem, ele acabou de sair, deves ter passado por ele!
Vanessa : nem reparei! -mentiu-
Lily : um amigo dele vai apresentar a namorada o ele quer levar-me!
Vanessa : a Brittany também vai apresentar o namorado sábado! -disse tentando mudar de assunto, falar do homem misterioso com Lily não era boa ideia-
Lily : quem sabe ate é o mesmo jantar!
Vanessa : não me parece, não me parece mesmo! -disse a rir-
Lily : vamos jantar fora?! apetece-me tanto! -Lily tinha um sorriso estampado no rosto e Vanessa sabia o porquê daquele sorriso-
Vanessa : não estou com muita disposição, desculpa mas hoje apetece-me ficar por casa, descansada. -Vanessa deixou as suas coisas em cima da mesa da cozinha e subiu para o quarto, trancou-se la dentro e deitou-se na cama a pensar na loucura dos seus últimos dias. Sentir-se atraída por um homem que não conhece?! Estupidez!!!!-


Zac : tem a certeza? -perguntou pela quinquagésima vez, tinha a certeza que era ela, a mulher do perfume, só podia ser ela- não se lembra de ver entrar aqui nenhuma mulher entre as 4, 5 horas?!
Sr : o meu turno começa as 6 senhor, e desde que estou aqui não entrou nenhuma mulher.
Má sorte, era isso que Zac tinha, quando a porta do elevador se abriu ele viu uma mulher á espera, ela era baixa, cabelos negros longos, não conseguiu ver a cara porque ela olhava o chão! Quando passou ao lado dela sentiu aquele fragrância maravilhosa que o deixava zonzo, mas quando ia avançar o seu telemóvel tocou, tinha de atender! Saiu do prédio a correr, e pior, sem ver a cara da mulher cheirosa.
Quando terminou a chamada voltou para o prédio a correr, mas a mulher ja não estava la, e o porteiro, o porteiro também não.
Zac : obrigado na mesma.


Foi por isto (   ) que o encontro não aconteceu!!!! Ansiosas para saber quando eles se vão conhecer, e como vai ser?! Acho que ainda não é para ja !!!
Espero que gostem !!!! COMENTEM :)

5 comentários:

Thauany disse...

Ahhh Capítulo perfeitooo!
Espero q eles se encontrem logoo...
Posta Logooo
xoxo

Alinne disse...

Ameeeeei, capítulo lindo :))
Tô louca pra que eles se encontrem logo!!
Posta logo bjbj :**

você é o melhor pra mim disse...

Perfeitoooooooooo

• Paula disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Não acredito!
É o destino conspirando contra ou a favor deles!kkk...ainda não sei!
Capítulo perfeito!
Posta logo
Bjos

Bárbara Oliveira disse...

Lindo demais menina!
Adorei!
E não vejo a hora de eles se encontrarem de verdade *-*
Posta logo,bjo!